Cartilha auxilia pais de crianças com deficiência no acompanhamento escolar durante a quarentena

Cartilha auxilia pais de crianças com deficiência no acompanhamento escolar durante a quarentena

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) lançou, nesta quarta-feira (6), uma cartilha que propõe estratégias para o acompanhamento escolar de crianças com deficiência durante a quarentena.

O material, voltado para pais ou responsáveis das crianças, foi elaborado pela Secretaria Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SNDPD) com colaboração da Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (SNDCA). A cartilha é acessível e conta com interpretação em Libras.

A motivação das equipes técnicas das secretarias para a elaboração da cartilha foi o desafio enfrentado pelas famílias na educação de crianças com deficiência, levando em consideração a mudança da rotina e a peculiaridade de cada caso.

Para a titular da SNDPD, Priscilla Gaspar, o material visa a orientar pais e responsáveis de pessoas com deficiência, com diferentes estratégias para manter a rotina escolar de seus filhos. “Cada pessoa com deficiência tem suas especificidades. Por isso, a importância de termos um material que as auxilie durante esse período de pandemia”, completou.


Cartilha

“Manter uma rotina para as crianças com deficiência é importante, mas não devemos esquecer que o atual momento vivenciado no Brasil é delicado. As crianças já possuem outras atividades que não são escolares, mas, muitas vezes, são obrigatórias e necessárias, tais como: exercícios fisioterapêuticos, fonoterapêuticos, terapêuticos ocupacionais e outros”, destaca o texto.

A publicação oferece dicas gerais de organização dos estudos e sugestões de cronograma de rotina, de brincadeiras adaptadas e de atividades educacionais.

Confira a cartilha (clique aqui!)

 Ver publicação original clicando aqui!


Comentários (0)


Deixe um comentário